domingo, 22 de novembro de 2020

Deep Freeze


 [Opinião]
Wallace Vianna é webdesigner

Esse programa é muito usado em computadores de acesso público, pois restaura o HD quando o computador é reiniciado.

A vantagem é que não depende de hardware para fazer essa mágica, ou seja: é fácil fazer a instalação e configuração em um ou vários computadores.

Para uso doméstico ele também é uma mão na roda, mas, diferente do uso em acesso público, cuidados devem ser tomados:

 

  • Ter um segundo HD - ou uma partição do HD único - para guardar seus trabalhos.

  • Guardar seus dados regularmente na nuvem (*) , pois o HD pode pifar a qualquer momento.

  • Definir de antemão tudo o que vai ser instalado e configurado no computador (do Windows a caixa de som, passando pelos programas aplicativos), pois o processo para desativar o DeepFreeze, instalar e configurar os softwares e reativar o DeepFreeze pode ser demorado.

    Não ter esse planejamento vai lhe render muitas mensagens de "instalando software de dispositivo", reinstalação de software a cada reinicialização do computador e tempo de trabalho perdido.

  • Optar por fazer instalação de todos os softwares desconectado da web, para ter agilidade e não ter o trabalho interrompido por atualizações ou solicitações de atualização de software.

Sei que a lista parece longa e restritiva, mas para quem vai usar o Deep Freeze em ambiente doméstico, é essencial.

...
(*) e ter políticas para guardar arquivos online e offline.
P.ex.:
Se for sincronizar arquivos da nuvem no HD, escolha uma pasta com arquivos usados no momento, para não lotar o HD, nem consumir sua conexão de internet com conflitos de versões de arquivos.

Se for reservar uma pasta, HD ou partição para guardar arquivos de trabalho, limite o tamanho desse HD a metade de seu pendrive ou CD/DVD. Isso facilita fazer backup de dados em caso de sinistros

Nenhum comentário:

Postar um comentário